Você Não é Ninguém

Você Não é Ninguém

Quantas pessoas ouviram em algum momento da vida, a frase :

“ Você não é ninguém.”

Pode ter sido dita pelos pais, pelos professores, pelos parentes, pelos amigos, pelos chefes no trabalho. Uma frase bastante comum que é dita até os dias de hoje em diversas circunstâncias.

A frase em si não representa necessariamente uma ofensa, dependendo do contexto em que foi apresentada, no entanto, para muitos teve um efeito devastador. Ficou registrado como uma declaração de inexistência minando a autoestima e diversos potenciais de desenvolvimento pessoal.

Ouve-se com frequência a frase “ Zé ninguém “ para representar alguém que não tem valor social.

Esta é a questão. Quando alguém diz que o outro não é ninguém,  está em tentativa de excluir a pessoa do círculo em que vive.

Não ser ninguém, significa entre muitas coisas que se é desimportante e isso é  uma grande mentira.

Todo mundo é alguém. Todo mundo tem um lugar no mundo, a começar dentro da família e estendendo-se a outras áreas das relações humanas.

O que é um enorme engano nesta questão é a representação do que seja ser alguém ou ser ninguém na vida.

“ Ser alguém “ na vida está intimamente ligado a fama, sucesso, dinheiro, posição social, opiniões validadas dentro dos contextos sociais, etc.

“ Ser ninguém “ está ligado ao mesmo contexto ou seja grau da importância.Com isso ser alguém e não ser ninguém, tem efeito devastador na autoestima dos indivíduos, pois muitos a todo custo, são capazes de qualquer coisa para fazerem parte dos “ alguém na vida “, quando na verdade já o são.

Esta confusão surge muitas vezes por não se compreender que cada um de nós tem um lugar no mundo.

Somos massacrados diariamente com conceitos, imagens e ideias de que precisamos ser alguém na vida.

Estamos desconectados da nossa natureza humana que é imperfeita e cada vez mais mergulhados na “ fogueira das vaidades “, quando poderíamos nos educar a nos conhecer e reconhecer que perdemos muito tempo competindo com outros por um lugar ao sol, que já é de cada um.

Pergunte -se o porquê você sente necessidade de ser melhor que outros em qualquer área da vida.

A competição invisível que se cria entre melhor ou pior tem o intuito de fomentar em nós algo doentio: obstinação, orgulho e medo.

Queremos ser alguém para quem ?

Responder a esta questão requer reflexão, humildade e percepção de si.

Este é um dos desafios para o crescimento pessoal.

Autoconhecimento traz a cada um a noção clara de que TODO MUNDO É ALGUÉM na família, no trabalho, nos relacionamentos sociais, no mundo.

Aqueles que conhecem seu lugar sentem-se em paz.

Elaine Carvalho – Terapeuta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 4 =